• ANÚNCIOS

  • PUBLICIDADE

GUIA REBAIXAMENTO: Tipos de suspensão rebaixada

Quer modificar seu carro e não tem idéia do que fazer ??? Aqui você poderá entrar em debate sobre o que cairá melhor em sua máquina...

Moderador: Equipe-D

GUIA REBAIXAMENTO: Tipos de suspensão rebaixada

UNREAD_POSTpor Marcus Portugal » Qua, 28 Mar 2007 17:47

01/03/2006 - A palavra Rebaixar é muito utilizada no mundo dos carros customizados e competições automobilísticas em geral.

Imagem

O que significa Rebaixar?
Rebaixar é deixar o carro com uma altura baixa em relação ao solo.

Necessidade
A necessidade de rebaixar um carro é devido ao ganho de estabilidade nas curvas e segurança em alta velocidade. O ganho de estabilidade está relacionado à diminuição do centro de gravidade do carro. Com o centro de gravidade menor, o carro “gruda” no chão ficando mais fácil de controlar.
Para alguns, rebaixar também é uma forma de melhorar o visual do carro, fator que muitos procuram valorizar nos seus carros.

Carros originais, principalmente os esportivos importados, já possuem um centro de gravidade pequeno em relação ao solo. Eles recebem de série um sistema de suspensão especial.

Rebaixando
Normalmente são feitas algumas modificações na suspensão para rebaixar um carro. A modificação mais barata e utilizada no Brasil é o corte de molas e alteração do amortecedor original por um especial (preparado).

Algumas empresas alteram o telescópio (componente da suspensão) quando o carro é rebaixado através do corte de molas.
Existem outros meios de rebaixar o carro como: encolhimento de molas através do aquecimento, suspensão a ar, suspensão de rosca, alteração da haste do amortecedor, troca das molas originais e re-trabalho do telescópio.

Abaixo segue informações básicas sobre os meios de rebaixar mais utilizado.


Imagem

1) Aquecimento de Molas

As molas do carro são aquecidas no forno especial na temperatura de 170 ºC a 200 ºC juntamente com uma prensa especial unindo os elos da mola.

Cuidados: Precisa tomar muito cuidado com a têmpera original da mola. Quando a mola é aquecida, sofre alteração na estrutura molecular e temperatura do aço, ficando mais frágil, podendo quebrar ou deformar. Se a mola quebrar ou deformar pode causar problemas graves no carro, por isso, o aquecimento de molas deve ser realizado por profissionais especializados.
No aquecimento de molas também é necessário colocar um amortecedor preparado (especial).



Imagem

2) Suspensão a ar

Um tipo de suspensão que deixa seu carro rebaixado, mas custa caro em relação aos outros meios de rebaixar o carro. Muito utilizada no exterior, principalmente nos Estados Unidos, é instalada normalmente em pick-ups. No Brasil já temos muitos carros com este tipo de suspensão.

São várias características que fazem este tipo de suspensão a mais desejada e dinâmica.

Abaixo os componentes que fazem parte deste tipo de suspensão.
- 4 Bolsas de ar (air bag)
- Mangueiras
- Cilindro reservatório de ar
- Compressor de ar (opcional)
- Botões de Controle (Painel de Controle)
- Solenóides (válvulas) de entrada e saída de ar
- Colunas de suspensão adaptadas

Existem várias marcas de suspensão a ar no mercado. Algumas são mais completas e já possuem o compressor de ar no kit. O compressor de ar pode ser de 130, 150, 175 psi e etc. As bolsas de ar (air bags) são feitas de uma borracha similar à utilizada nos pneus. Existem modelos de bolsas de ar (air bags) de acordo com o carro.

Instalação: São necessárias alterações na suspensão para que sejam incluídas as bolsas de ar. O amortecedor é encurtado ou trocado, as molas são retiradas, é incluído um suporte para as bolsas de ar (air bags) e outras alterações dependendo do carro. Nesta etapa é definida a altura do carro normal. Nas pick-ups é necessário instalar um reforço acima do diferencial.

Pode ser instalado mais de um compressor e reservatórios de ar. O compressor de ar-condicionado também pode ser utilizado.

Os botões de acionamento da suspensão podem ser instalados em qualquer parte do carro. Normalmente são instalados no painel. Outro tipo de acionamento é pelo controle remoto que possui um manômetro indicando a quantidade de ar no reservatório.

As mangueiras ligam os solenóides, compressor, bolsas de ar, reservatórios de ar e o controle.

Funcionamento: O condutor aciona os botões que controlam as bolsas de ar (air bags) na parte frontal e traseira do carro. Acionando os botões para subir, os solenóides abrem a entrada de ar para as bolsas de ar (air bags). O ar nas bolsas é do reservatório de ar. Para descer o processo é inverso, o solenóide se abre liberando o ar das bolsas.
Para preencher o reservatório de ar é utilizado o compressor de ar. Se não tiver um compressor de ar, o reservatório de ar pode ser reabastecido no posto de gasolina e outros locais com o mesmo sistema.

Cuidados: A suspensão a ar exige muito cuidado e manutenção. A instalação deve ser feita por profissionais. Manutenções periódicas são necessárias para verificar os desgastes dos componentes, principalmente as bolsas de ar (air bags).
A Firestone explica como realizar uma manutenção preventiva e mostra os problemas que podem ocorrer nas bolsas de ar (air bags) no link abaixo.

Clique aqui para visitar a página.
http://www.bfbr.com.br/fipil/fsCriterios.htm

Outro cuidado são os métodos de utilização da suspensão a ar. Com as bolsas de ar vazias ou cheias totalmente, é recomendável não movimentar o carro. Desta forma estará preservando as bolsas de ar, evitando a ruptura por abrasão.

O ponto forte da suspensão a ar é a facilidade de controlar a altura do carro. Você pode deixar seu carro “big foot”, original e ou largado no chão. O preço da suspensão a ar vária em torno de R$ 13.000,00.


Imagem

3) Suspensão de Rosca

Mais barata se comparada com a suspensão a ar, também possui uma dinâmica que consegue alterar a altura de um carro em alguns minutos.

Instalação: O kit suspensão de rosca é composto por amortecedor, molas e telescópio. Basta alterar estes componentes originais do carro. Qualquer oficina especializada consegue instalar.

Funcionamento: Levanta-se o carro para retirar as rodas e ter acesso à suspensão. Rosqueando a porca do kit de suspensão para cima, a mola terá seu elos comprimidos encolhendo a mola, deixando o carro mais baixo. O processo inverso deixará o carro mais alto.

O preço da suspensão de rosca vária em torno de R$ 700,00. O preço do kit depende do modelo do carro.


Imagem

4) Molas importadas progressivas

Elas são adaptadas para diferentes condições de uso. Com o carro em velocidade normal e devagar, as molas serão macias deixando o carro mais confortável. Com o carro em alta velocidade as molas serão 30% mais duras. As molas progressivas são macias nas suas extremidades e rígidas no seu miolo.

As marcas importadas mais conhecidas são H&R e Eibach. Estas molas podem ser utilizadas com amortecedores originais e possuem um sistema de pintura especial para evitar corrosão. O preço vária em torno de R$1.500,00. O preço do kit depende do modelo do carro.


Imagem

5) Mola Cortada

Mola cortada consiste em cortar alguns elos da mola original ou colocar alguma mola cortada de fábrica.
Rebaixar o carro com mola cortada também precisa incluir um amortecedor especial (preparado). O amortecedor especial (preparado) possui uma flexibilidade mais dura, deixando sua ação mais devagar. São feitas algumas alterações na estrutura do amortecedor como: válvula, restritores, pistões, haste e etc.

Utilizar o método de cortar a mola e alterar o amortecedor é restrito para alguns carros. Alguns deles quando rebaixados com o corte de molas e amortecedor preparado (especial) raspam o pneu no pára-lama, levando o dono à "bater" o pára-lama. Para evitar este problema é recomendável utilizar kits de suspensão prontos.

Existem alguns kits de suspensão prontos para carros nacionais fabricados por empresas especializadas no mercado de carro como a Sachs. Estes kits de suspensão possuem molas escolhidas na sua fabricação.

O preço do corte de molas e amortecedor preparado (especial) vária em torno de R$ 400,00.

Cuidados: A mola cortada prejudica o encaixe em seu suporte. Ela pode escapar com o carro passando por alguma irregularidade na pavimentação. Por isso, o serviço deve ser realizado por profissionais.

Nos carros com potência elevada à necessidade de possuir um kit de suspensão especial (preparado) é inevitável. Com o motor em alta rotação à frente do carro sobe perdendo controle e tração. O kit de suspensão especial (preparado) ajuda a diminuir este problema.

Depois de rebaixar um carro deve ser feito: alinhamento, cambagem e ajuste da barra estabilizadora.

Carros rebaixados podem afetar as colunas do carro, túnel do câmbio e estabilidade se forem rebaixados de forma errada.

Curiosidades:
- Por que as molas que são cortadas ou encolhidas possuem uma mangueira encapando?
Esta mangueira serve para proteger e eliminar ruídos da mola. Se entrar sujeira em contato com a mola poderá danificar a mesma causando fragilidade no aço.

Existem alterações em suspensões para carros blindados e a gás para que possam suportar o peso aumentado.


Leis

O artigo 7º da resolução 25/98 do Código de Trânsito Brasileiro diz: Não serão permitidas modificações da suspensão e do chassi do veículo classificado como misto ou automóvel.

Um veículo misto de acordo com o Artigo 96º do Código de Trânsito Brasileiro:
- Utilitários
- Camioneta – Os passageiros e a carga estão no mesmo compartimento
- Outros

Exemplo de camioneta: Parati, Marea Weekend, Corsa Wagon e outros Station Wagon.
Os veículos do tipo caminhonete que são destinados ao transporte de carga de até 3500kg, não estão no artigo 7º resolução 25/98 do Código de Trânsito Brasileiro, portanto, estão dentro da lei se estiverem rebaixados.


Exemplo: Saveiro, Pick-up Corsa, S-10, Ranger e outros.

Link da resolução 25/98
http://www.denatran.gov.br/download/Resolucoes/resolucao025_98.doc



Rebaixar para gerar segurança

Rebaixar o carro para salvar vidas de pedestres pode ser uma das soluções adotadas pelas montadoras na União Européia. De acordo com estimativas do Conselho Europeu de Segurança no Trânsito, mudanças no desenho dos carros devem ajudar a reduzir pela metade as mortes nos atropelamentos na União Européia nos próximos quatro anos. O Parlamento Europeu estabeleceu uma série de testes e normas mínimas que os fabricantes são obrigados a seguir.

Dentre as diversas soluções e formas apresentadas, um delas é rebaixar o carro. De acordo com o engenheiro Jeff Crandall, diretor do Centro de Biomecânica da Universidade da Virgínia nos Estados Unidos, quanto menor a altura do carro, melhor para o pedestre. Em um atropelamento de pedestre o joelho gira menos e o corpo tem mais chance de cair sobre o capô, evitando que o veículo passe por cima da pessoa.

Com relação à altura, os utilitários esportivos são mais letais. Com uma altura maior, um atropelado será atingido no centro do corpo e pode cair embaixo do carro.

Confira algumas idéias que as montadoras européias estão criando para melhorar o atrito entre o pedestre e carro.

Emblemas

Os emblemas frontais podem ser uma arma mortal aos pedestres em caso de colisão, por isso, alguns fabricantes estão melhorando a posição e material utilizado. A Mercedes, por exemplo, em algumas versões optou pelo emblema frontal de plástico e ação de ficar retrátil em caso de acidente.

Air bags externos

Carros super luxuosos possuem ari bags em todo lugar evitando em caso de acidente um impacto agressivo do condutor no interior do carro. Ainda em fases de testes, novos air bags externos se inflam de dentro do capô em caso de colisão. Grandes parte dos impactos na borda do pára-brisa são mortais, com este dispositivo será minimizado.

Motor rebaixado

O motor causa um forte atrito no corpo humano em caso de acidente. Para minimizar o problema, a solução foi afastar o mesmo, abaixando em torno de 10 centímetros para aumentar o espaço de deformação. Jaguar XK, Volvo V50 e Citroën C4 já possuem motores rebaixados.

Capô ativo

Sensores instalados nos pára-choques são ativados nos impactos acima de 20 Km/h levantando o capô, ficando 10 centímetros mais alto, aumentando a área de deformação e diminuindo a força de impacto. Essa tecnologia já está presente nos carros Honda Legend, o Jaguar XK e o Citroën C6.

Rebaixando um Passat 1978

Igor, proprietário de um Passat 1978, levou seu carro para rebaixar na loja especializada em suspensões Ronaldo Amortecedores de São Paulo/SP. Uma das dúvidas que muitos clientes ficam na hora de rebaixar é: Qual altura deverá ficar?

Igor também ficou na dúvida, mas conseguiu decidir e tirou dois elos do passatinho. No Passat foi trabalhado o telescópio e as molas foram cortadas.

Para encerrar essa matéria, algumas frases que são relacionadas aos carros rebaixados.

"Diga não as molas"

"Tenho medo de altura"

"Não estou morto, mas estou enterrado"

"Máquina de entortar pescoço"

"Que se abaixem as formigas"

"Dando cascudo nas formigas"

"O chão é o limite!"

"Molas??Pra que servem??"

"Vida sim, molas não!"

"Onde estão as molas? Com certeza, aqui não estão..."

"Cuidado!!! Não pise no carro..."

"Meu carro não é modelo, mas vive sendo fotografado!!"

"Tava sem grana e vendi as molas!!!"

"Seja inteligente, diga não às molas!"

"Molas, nem morto!"

"Não sou minhoca, mas só ando arrastando!"

“Brasil é foda, roubaram minhas molas”!

"Ministério da saúde adverte: excesso de molas causa infarto do coração"

"Socado em terra firme!"

"Não sou palmeirense, mas tô rebaixado!"

Compartilhar


UNREAD_POSTpor Marcus Portugal » Qui, 29 Mar 2007 12:18

up :x


UNREAD_POSTpor Sonafarra » Qui, 29 Mar 2007 12:22

:D BELA MATÉRIA


UNREAD_POSTpor _L_A_E_R_T_E_ » Qui, 29 Mar 2007 12:52

otima materia!!


:clap: :clap: :clap: :clap:


UNREAD_POSTpor DRDF » Qui, 29 Mar 2007 13:19

Pra quem realmente leu...

"O preço da suspensão a ar vária em torno de R$ 13.000,00. " :o


UNREAD_POSTpor Mateus Rufino » Qui, 29 Mar 2007 14:06

Bela matéria biba!!! :D


UNREAD_POSTpor MaxX » Qui, 29 Mar 2007 14:06

Muito bom....
parabénss


UNREAD_POSTpor Luca » Qui, 29 Mar 2007 14:30

MUITO BOM!


UNREAD_POSTpor fabiosofua » Qui, 29 Mar 2007 15:30

Rebaixar é uma arte !!!!!!

:D :D :D
:lol: :lol: :lol:


UNREAD_POSTpor cezzinha » Qui, 29 Mar 2007 15:56

massa!


Boa

UNREAD_POSTpor ChApOlIn_dF » Ter, 03 Abr 2007 13:09

Ótima matéria... :)


UNREAD_POSTpor Bruninho Ramos » Ter, 03 Abr 2007 13:12

muito grande naum li..
mas é massa!!


UNREAD_POSTpor GOIA » Ter, 03 Abr 2007 13:45

muito boa a materia


UNREAD_POSTpor Dinho » Ter, 10 Abr 2007 11:54

Tópico movido para a sala correta (Preparação e Mecânica), fixado e editado para facilitar a leitura....

Abs

:clap:


UNREAD_POSTpor udinho-voyage » Qui, 19 Abr 2007 22:48

muito boa materia :D


UNREAD_POSTpor allamolius » Sáb, 26 Mai 2007 09:08

sunspensão a ar de R$13,000 é mto doído.


UNREAD_POSTpor rodriggoweb » Sáb, 26 Mai 2007 09:24

allamolius escreveu:sunspensão a ar de R$13,000 é mto doído.

Acho q ele quis dizer 1.300,00, não???
:D :D :D


UNREAD_POSTpor SECO » Sáb, 26 Mai 2007 09:47

A frase do palmeiras é otima.
"ñ sou palmeirence, mas sou rebaixado"!!!
:lol:


UNREAD_POSTpor Leozinho » Sáb, 26 Mai 2007 09:58

bela materia!!!!!!!!! :clap: :clap: :clap:


UNREAD_POSTpor Mafia » Sáb, 14 Jul 2007 08:29

Otima Materia,

''qnt ao valor da suspensao a ar acho q vc quis dizer 1,300 ne?''

:clap:










Re: [Informação] Tipos de rebaixamento de suspensão

UNREAD_POSTpor Fhabyo » Seg, 13 Dez 2010 23:20

Manin, muito boa a materia, mas fico com as minhas molas esportivas legalizadas mesmo.


Próximo

Retornar para Tuning e Estética

Quem está online

Usuários vendo este fórum: Nenhum usuário registrado online e 1 visitante