• ANÚNCIOS

  • PUBLICIDADE

[Matéria] Molas: o que são e como rebaixar com segurança?

Assuntos relacionados à Molas, Amortecedores, Freios, Barras, Rodas, Pneus e etc...

Moderador: Equipe-D

[Matéria] Molas: o que são e como rebaixar com segurança?

UNREAD_POSTpor Dinho » Qua, 06 Out 2010 13:13

Tudo sobre molas
Reunido por Dinho Alves
Publicado em: http://www.digus.com.br/dforum

Referências:
http://www.meucarro.jp/dicas_mola.cfm
http://www.astrolabioazul.com/paixao2cv ... susp_2.php
http://www.turbocar.com.br/dicasprep.htm





1) O que é uma Mola? Uma mola é um objeto elástico flexível usado para armazenar a energia mecânica. As molas são feitas geralmente de aço endurecido.



2) Tipos mola

2.1) a mola helicoidal ou de bobina é feita enrolando um fio em torno de um cilindro, e a mola cônica - estes são tipos de mola de torsão , porque o fio próprio é torcido quando a mola é comprimida ou esticada.
Imagem


2.2) a mola de lâmina: usada nos amortecedores de veículos off-road, conhecidas como "feixe de molas" e em interruptores elétricos.
Imagem


2.3) Mola pneumática: As primeiras molas pneumáticas foram desenvolvidas pela FIRESTONE na década de 30. Suspensões a ar com molas FIRESTONE foram apresentadas pela primeira vez em automóveis experimentais em 1935.
ImagemImagem




3) Como funciona a mola?

Molas têm uma característica chamada energia acumulada por peso. Um dado fundamental de toda mola é sua constante (c). A constante da mola é o coeficiente da força F requerida para comprimir a mola e o deslocamento associado.

A unidade mais usada é o newton/milímetro (N/mm). Colocada a mola num dispositivo, como em um sistema de suspensão, comprimindo-a e anotando o quanto foi comprimida, estabelece-se uma relação entre força aplicada e deslocamento do êmbolo da prensa, chegando-se à constante da mola.

Por exemplo, se a mola foi comprimida 10 mm sob força de 15 kg, sua constante é 1,5 kg/mm; em newtons, 14,7 N/mm. Com objetivo de obter estabiliade e conforte em sistemas automotivos, as molas helicoidais e de lâminas têm constante variável. Isto significa que a cada força aplicada durante a compressão a constante da mola vai mudar.

Quanto maior o valor de c, maior será a força necessária para comprimir a mola, logo o sistema será mais "duro".

Uma mola possui dois comprimentos, o livre e o de instalação. A diferença entre os dois, em milímetros, multiplicado pela constante, resultará no peso que a mola vai suportar e manter em uma dada altura de suspensão. Desse modo, é possível haver molas de diferentes constantes que deixem o carro com a mesma altura, como pode ser feito o inverso: termos duas molas com constantes iguais mas com alturas diferentes (MOLAS ESPORTIVAS). Se um carro sai de fábrica com molas dianteiras de 18 N/mm, quem apreciar uma suspensão mais firme pode usar outra de 20 N/mm, por exemplo.

Imagem





4) Porque não se deve cortar molas?

Quanto mais elevada a constante, mais a mola resistirá à força, portanto mais dura ela será. Dá-se o inverso com constante mais baixa.

Cortar elos de uma mola helicoidal eleva sua constante, da mesma maneira que encurtar uma barra de torção. Então, ao se cortar elos da mola com o intuito de abaixar o carro, a suspensão, além do rebaixamento, ficará mais dura. Como já se pode ver, mexer em mola requer conhecimentos.

- Com a mola aquecida o sua estrutura fica prejudicada (a mola destemperada fica mais frágil) e pode acontecer a deformação ou quebra da mesma . Essa deformação ou quebra pode acontecer por um período de tempo muito curto (2 meses) ou até menos , tudo depende por onde o carro anda (se a rua possui muitos buracos ou não).

- As técnicas de esquentar ou cortar molas podem danificar os amortecedores , danificar os batentes e até mesmo desalinhar o veículo, causando dificuldades para frenagem e dirigibilidade (principalmente em curvas e viradas bruscas).

- Ainda, molas cortadas podem de desprender dos pratos da coluna de amortecedor, rasgando pneus e desestabilizando todo o veículo.

Imagem





5) Molas Lineares X Molas Progressivas:

Nas molas convencionais, conhecidas como molas lineares, a constante da mola é constante. No caso das molas de acção progressiva, a constante da mola é dependente do deslocamento, isto é o valor c aumenta à medida que a mola é comprimida.




6) Molas Esportivas:

As molas esportivas têm um rate inicial menor que as originais de fábrica para ganhar altura livre, com o objetivo que não ficar solta no "strut", como pode ocorrer quando a mola é cortada.

Tem uma região de transição suave, que foi concebida pensando em não alterar bruscamente a sensação de conforto, e o rate final foi sensivelmente aumentado para atingir a condição de carga máxima, evitando assim fim de curso na suspensão.

E a partir das molas de ação linear juntamente com a atuação que pode-se obter com molas de ação progressiva foi desenvolvida a novidade: as molas esportivas de alta performance.

Imagem

Compartilhar


Re: [Matéria] Molas: o que são e como rebaixar com segurança

UNREAD_POSTpor athos » Sáb, 09 Out 2010 15:46

Dinho, então as esportivas progressivas rebaixam e dão maior conforto comparada com as lineares né? E o preço é mt diferente ou fica na média das esportivas lineares? Fiquei interessado, onde poderia encontrar?
Vlw!



Retornar para Suspensão

Quem está online

Usuários vendo este fórum: Nenhum usuário registrado online e 1 visitante

cron