• ANÚNCIOS

  • PUBLICIDADE

[MATÉRIA] Chave com Chip - "a chave dentro da chave"

Área destinada à matérias diversas...

Moderador: Equipe-D

[MATÉRIA] Chave com Chip - "a chave dentro da chave"

UNREAD_POSTpor Predador » Seg, 06 Dez 2010 17:44

A CHAVE DENTRO DA CHAVE.

Criado para impedir o furto do veículo, transponder (ou imobilizador eletrônico de motor) exige alguns cuidados para não deixar o motorista literalmente a pé.

A tecnologia automobilística avançou tanto que chegou às chaves. Faz alguns anos que boa parte desses itens tem saído de fábrica com uma espécie de chip embutido. O pequeno componente eletrônico carrega um código específico para cada carro. Se alguém tentar acionar o automóvel sem estar com a chave certa, a injeção eletrônica não liga. Uma proteção extra contra roubo é sempre bem-vinda no cotidiano brasileiro.

O chip fica na chave, normalmente no local onde o motorista a segura com a ponta dos dedos. Ao colocá-la no contato da ignição, o transponder, componente eletrônico que não usa bateria, é energizado por meio de onda eletromagnética e responde ao sinal com o código específico. Dentro do carro, uma central eletrônica faz o reconhecimento do código. Se as informações baterem, a injeção eletrônica funciona normalmente. Caso a central não reconheça a chave usada como sendo a correspondente àquele veículo, o sistema de alimentação de combustível é eletronicamente imobilizado. Sem isso, o motor do carro não é acionado. Tudo isso acontece em frações de segundos. Algumas chaves mais modernas tem proteção extra. A cada vez que são usados, o transponder e a central mudam o código de comunicação. Essa chave eletrônica mutante tem o nome de running code.

CARTÕES

O ônus para se ter essa proteção é que é preciso ter cuidado com alguns itens que vêm junto com as chaves. Algumas montadoras usam um cartão de informação (Infocard), que carrega os código de acesso à central eletrônica. Só por meio do cartão é possível reprogramar o sistema em caso de perda da chave. Outras empresas repassam aos clientes, no lugar dos Infocards, chaves-mestras. Elas são colocadas no contato da ignição e, enquanto permanecem lá, as centrais ficam abertas para que a reprogramação seja feita.

Em caso de perda do equipamento de acesso (seja o cartão ou a chave especial), é provável que o dono do carro tenha um bom prejuízo. Na maioria das situações, é preciso substituir todo o sistema para fazer o carro funcionar sem problema. Portanto, a dica é evitar andar com esses itens por aí. O ideal seria deixálos em casa, para serem usados somente quando o motorista tiver que usá-lo para programar novas chaves. Fazer uma cópia de uma chave codificada de modelo popular pode ficar em cerca R$ 200, mas o preço de modelo mais sofisticado pode chegar à faixa dos milhares.

CUIDADOS

O especialista em eletrônica automobilística José Augusto Queiroz alerta que a presença dos componentes eletrônicos exige manejo mais cuidadoso das chaves. “É preciso evitar tombos, que podem afetar o funcionamento da peça. Jogar a chave do 2º andar para alguém pegar na garagem, então, nem pensar”, afirma. Queiroz diz ainda que campos magnéticos muito fortes podem afetar os componentes, mas, ao que parece, celulares e telas de computadores, por exemplo, não tem força suficiente para inutilizar uma chave.

O especialista recomenda a reprogramação das chaves reservas no caso de o dono do carro perder a chave codificada que vinha usando, em razão de segurança. “Alguém pode ter pego ou achado a chave e querer furtar o carro. Com a reprogramação, o ladrão pode até entrar no automóvel, mas não vai conseguir dar a partida”, explica.



Fonte: http://noticias.vrum.com.br/veiculos_di ... cias.shtml

Compartilhar




Re: [MATÉRIA] Chave com Chip - "a chave dentro da chave"

UNREAD_POSTpor Fhabyo » Qua, 22 Dez 2010 21:16

É manin, até as motos já estão usando o transponder na chave. :029:
Tecnologia Fudidez!!!!! :027:



Retornar para Matérias

Quem está online

Usuários vendo este fórum: Nenhum usuário registrado online e 1 visitante